Pesquisa Agropecuária Brasileira (2013-10-01)

Balanço energético da produção de grãos, carne e biocombustíveis em sistemas especializados e mistos

  • Jerusa Maia e Sá,
  • Segundo Urquiaga,
  • Cláudia Pozzi Jantalia,
  • Luis Henrique de Barros Soares,
  • Bruno José Rodrigues Alves,
  • Robert Michael Boddey,
  • Robélio Leandro Marchão,
  • Lourival Vilela

DOI
https://doi.org/10.1590/S0100-204X2013001000003
Journal volume & issue
Vol. 48, no. 10
pp. 1323 – 1331

Abstract

Read online

O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência energética de sistemas especializados e mistos de produção de grãos e carne e o balanço energético na produção de bioenergia. Foram avaliados dados de 20 anos de cultivo com sistemas agrícolas especializados e mistos. Como sistemas agrícolas especializados, avaliaram-se: a pastagem de gramínea; a pastagem de gramínea consorciada com leguminosa; e a produção de grãos em sistema plantio direto ou em sistema convencional de preparo do solo. Como sistema misto, considerou-se a integração lavoura-pecuária em dois sistemas de manejo. Os insumos utilizados foram considerados como o ingresso energético, enquanto a produção de grãos e carne, as saídas de energia. Os produtos agrícolas nos sistemas mistos apresentaram balanço energético e produção absoluta de energia renovável compatíveis com aqueles produzidos em sistemas especializados. O balanço energético do biocombustível de soja apresentou valores positivos tanto em sistemas mistos como especializados, independentemente do sistema de preparo do solo. Entre os biocombustíveis de soja e milho analisados, o maior balanço energético foi observado no bioetanol produzido com milho. Os biocombustíveis produzidos em todos os sistemas apresentam balanço energético positivo e podem ser considerados energeticamente sustentáveis.

Keywords