In Autumn 2020, DOAJ will be relaunching with a new website with updated functionality, improved search, and a simplified application form. More information is available on our blog. Our API is also changing.

Hide this message

The artifices of perfection: João de Barros by Manuel Severim de Faria

Revista de História. 2014;0(171):175-212 DOI 10.11606/issn.2316-9141.rh.2014.89011

 

Journal Homepage

Journal Title: Revista de História

ISSN: 0034-8309 (Print); 2316-9141 (Online)

Publisher: Universidade de São Paulo

LCC Subject Category: History (General) and history of Europe: History (General) | History America: Latin America. Spanish America

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Spanish, Portuguese

 

AUTHORS


Rubens Leonardo Panegassi (Universidade Federal de Viçosa)

EDITORIAL INFORMATION

 

Abstract | Full Text

O objetivo deste artigo é problematizar as convenções intelectuais que nortearam a escrita do retrato heróico do humanista João de Barros por Manuel Severim de Faria, em sua “Vida de João de Barros, em que se discorre sobre os preceitos da história e perfeição com que escreveu as suas Décadas”, livro que compõe os Discursos vários políticos, publicado pela primeira vez em 1624. Para isso, consideramos que a confecção da memória dos lugares ocupados por João de Barros responde à demanda de uma sociedade estamental, na qual a dignidade do ofício exercido denota a dignidade de quem o exerce.