Interface: Comunicação, Saúde, Educação (2015-12-01)

Experiências homossexuais de adolescentes: considerações para o atendimento em saúde

  • Stella Regina Taquette,
  • Adriana de Oliveira Rodrigues

DOI
https://doi.org/10.1590/1807-57622014.0504
Journal volume & issue
Vol. 19, no. 55
pp. 1181 – 1191

Abstract

Read online

Objetivamos conhecer significados das práticas homoafetivas de adolescentes, tendo em vista contextos de vulnerabilidade que envolvem o exercício da sexualidade numa sociedade homofóbica. Realizamos entrevistas com nove rapazes e quatro moças que procuraram atendimento em saúde e relataram experiência homossexual. Para alguns rapazes, a experiência homossexual ocorreu de forma circunstancial, por curiosidade e experimentação; para outros, esteve associada à prostituição, e, para a maioria, relacionou-se à identidade homossexual autodeclarada. Nas moças, dois significados sobressaíram: a atividade homossexual associada ao amor e como possível reação à violência sexual sofrida antes do início da experiência homossexual. Todos os entrevistados revelaram nunca terem sido perguntados ou orientados acerca de homossexualidade nos serviços de saúde. O estudo evidencia a necessidade de uma política de atenção integral à saúde deste público, cuja sexualidade é diversa do padrão hegemônico da sociedade.

Keywords