NEGOCIAÇÕES IMPRESSAS: a imprensa comercial e o lazer dos trabalhadores no Rio de Janeiro da Primeira República

História. 35(0) DOI 10.1590/1980-436920160000000099

 

Journal Homepage

Journal Title: História

ISSN: 0101-9074 (Print); 1980-4369 (Online)

Publisher: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho

LCC Subject Category: History (General) and history of Europe: History (General)

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: English, Portuguese, Spanish

Full-text formats available: PDF, HTML

 

AUTHORS


Leonardo Affonso de Miranda Pereira

EDITORIAL INFORMATION

Peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 8 weeks

 

Abstract | Full Text

RESUMO Fontes tradicionais da História, os jornais têm desde a década de 1980 sido deixados de lado pelos historiadores sociais interessados em entender o universo dos trabalhadores. Como fruto da negação de uma autoimagem valorosa construída pelos próprios jornalistas ao longo do século XX, a imprensa passou a ser vista como simples instrumento de controle e disciplinarização desses trabalhadores, que ignorava ou atacava suas práticas e costumes. Ao contrário desta imagem, no entanto, o desenvolvimento do sentido comercial da imprensa a partir das últimas décadas do século XIX levou progressivamente os jornais e revistas da capital federal a tentar incorporar, em suas páginas, as práticas e gostos desse público mais amplo. Para entender o sentido e as consequências deste processo, este artigo se propõe a discutir a polifonia e polissemia própria do jornalismo comercial através da análise da cobertura que as folhas empresariais fundadas no Rio de Janeiro do período deram às associações recreativas criadas pelos trabalhadores da cidade.