Representações femininas no Cinema brasileiro do século XXI: uma análise de Loucas pra Casar

Revista Latino Americana de Estudos em Cultura e Sociedade. 2018;4(0) DOI 10.23899/relacult.v4i0.749

 

Journal Homepage

Journal Title: Revista Latino Americana de Estudos em Cultura e Sociedade

ISSN: 2525-7870 (Online)

Publisher: Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

Society/Institution: Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

LCC Subject Category: General Works: History of scholarship and learning. The humanities | Social Sciences

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Spanish, Portuguese

Full-text formats available: PDF

 

AUTHORS


Giovana dos Passos Colling (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

Caroline Pereira Camargo (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

EDITORIAL INFORMATION

Blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 12 weeks

 

Abstract | Full Text

Este artigo propõe compreender as representações da mulher no cinema brasileiro contemporâneo. Busca entender o papel feminino nas tramas cinematográficas, levando em consideração o cinema como reflexo de uma realidade social. Traz autores como Rossini, para tratar do cinema brasileiro hegemônico; Mulvey, com seus estudos sobre as representações femininas na sétima arte e Berardo Bueno, trabalhando os conceitos de arquétipo e estereótipo no cinema. Analisa o filme do gênero comédia Loucas pra Casar a partir de suas personagens femininas, cujas inserções na trama reiteram um papel conferido à mulher na sociedade e no imaginário coletivo. Conclui que, neste caso empírico, é perceptível como o cinema brasileiro reproduz construtos sociais sobre o ser mulher, reafirmando, assim, arquétipos e estereótipos construídos por um discurso patriarcal.