Revista Práticas de Administração Pública (2017-11-01)

CONTROLE PATRIMONIAL DE BENS IMÓVEIS COM BASE NAS DIMENSÕES DE GOVERNANÇA PÚBLICA ESTABELECIDOS PELA ORGANIZAÇÃO INTERNATIONAL FEDERATION OF ACCOUNTANTS (IFAC): UM ESTUDO DE CASO NA UFSM

  • Ana Paula da Costa Mayer,
  • Cristiane de Paula Bachmann,
  • Laura Beatriz Hartmann,
  • Breno Augusto Diniz Pereira,
  • Nelson Guilherme Machado Pinto

DOI
https://doi.org/10.5902/2526629226006
Journal volume & issue
Vol. 1, no. 2
pp. 17 – 30

Abstract

Read online

A Governança Pública agregou importantes conceitos e, especialmente, instrumentos para a concretização de uma relação mais íntegra, transparente e responsável entre os gestores públicos e a sociedade em geral. Assim, o presente estudo tem como objetivo analisar o controle patrimonial dos bens imóveis da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) com base nas dimensões de governança pública estabelecidos pela organização International Federation of Accountants (IFAC) considerando a dimensão “Controle”. Para tanto, o levantamento de dados foi feito através de entrevistas com o Pró-reitor de Administração (PRA) com questões adaptadas a partir das práticas de governança pública recomendadas pela IFAC. A presente pesquisa pode ser definida quanto aos seus objetivos como descritiva e tem abordagem qualitativa. Os resultados da pesquisa, de um modo geral, demonstram a absorção de valores e princípios mínimos de governança recomendada pela IFAC na UFSM, pois, observa-se a adoção de boas práticas o que implica em transparência e promoção da accountability para a instituição.