Indicação química de possível ocorrência de Florencita-(Y) em Bom Sucesso (Minas Gerais, Brasil)

Brazilian Journal of Geology. 44(4):523-527 DOI 10.5327/Z23174889201400040001

 

Journal Homepage

Journal Title: Brazilian Journal of Geology

ISSN: 2317-4889 (Print); 2317-4692 (Online)

Publisher: Sociedade Brasileira de Geologia

Society/Institution: Sociedade Brasileira de Geologia (SBG)

LCC Subject Category: Science: Geology

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese, Spanish; Castilian, French, English

Full-text formats available: PDF, HTML, XML

 

AUTHORS

Alexandre de Oliveira Chaves

EDITORIAL INFORMATION

Peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 11 weeks

 

Abstract | Full Text

A florencita-(Y), sinônimo do mineral desacreditado koivinita-(Y), representa uma espécie até então não reconhecida pela Associação Mineralógica Internacional. Com base em análises em microssonda eletrônica, há uma indicação química da possível ocorrência deste mineral no município de Bom Sucesso (MG, Brasil). Esta provável espécie mineral foi encontrada associada a churchita-(Y) em granitoide leucocrático potássico, peraluminoso, foliado, de 2,7 Ga, do núcleo arqueano da porção meridional do Craton São Francisco. A fórmula obtida para esta presumível florencita de ítrio é (Y0.402Nd0.213La0.171Ca0.086Dy0.044Gd0.032Ce0.029Sm0.029Pr0.018Fe0.017Pb0.008Th0.001U0.001)Σ1.051Al3.002(P0.959Si0.039O4)2(OH)6.073. Com relação à churchita-(Y) a ela associada, sua fórmula é (Y0.475La0.184Nd0.123Ca0.055Gd0.043Dy0.029Sm0.028Pr0.023Fe0.017Ce0.016Al0.007Pb0.007U0.002Th0.002)Σ1.011(P0.984Si0.021)O4.2H2O. Uma vez que o granitoide peraluminoso de Bom Sucesso não mostra sinais de argilização intempérica de feldspatos, seus principais minerais constituintes, sugere-se que a suposta florencita-(Y) nele encontrada seja de origem primária, ou seja, formada durante a cristalização (ou recristalização) da rocha.