Teatro e pesquisa etnográfica da práxis como métodos para a mudança: reflexões de um projeto de cooperação teuto-brasileiro

Civitas - Revista de Ciências Sociais. 2007;7(2):48-64

 

Journal Homepage

Journal Title: Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN: 1519-6089 (Print); 1984-7289 (Online)

Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (EDIPUCRS)

Society/Institution: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

LCC Subject Category: Social Sciences: Social sciences (General)

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese

Full-text formats available: PDF

 

AUTHORS

Völter, Bettina

EDITORIAL INFORMATION

Blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 35 weeks

 

Abstract | Full Text

“Luz que Anda” é um projeto teuto-brasileiro cujo objetivo é promover a cidadania em Serra Negra, um distrito no Estado de Minas Gerais. “Luz que Anda” significa “luz em movimento”. O objeto da iniciativa é empoderar crianças e adultos pelo método do teatro participativo, métodos de etnografia e organização comunitária. O projeto é apoiado por (futuros) pedagogos da Alemanha que aprendem a trabalhar de uma maneira participativa em contextos interculturais. O trabalho é acompanhado por métodos de etnografia e pesquisa biográfica, com o objetivo de conhecer a situação cotidiana e passado biográfico dos moradores do distrito, de promover a identificação e articulação dos seus interesses e preocupações e, por último, promover a reflexão sobre o trabalho social e pedagógico. O paradigma do teatro participativo e o paradigma da pesquisa etnográfica da práxis estão baseados em princípios similares. Eles podem acompanhar um ao outro de forma recíproca