Boletim do Instituto de Pesca (Oct 2018)

EFEITO DA ALIMENTAÇÃO COM LEVEDURA DESIDRATADA DE ÁLCOOL NA GLICENIA E NOS NÍVEIS DE GLICOGí­Å NIO E LIPÍDEOS TOTAIS HEPÁTICOS DA TILÁPIA DO NILO (Oreochromis niloticus)

  • Ana Elisa BACCARIN,
  • Luis Edivaldo PEZZATO,
  • Elizabeth Criscuolo URBINATI

Journal volume & issue
Vol. 26, no. 2

Abstract

Read online

Com o objetivo de avaliar o efeito da levedura desidratada de álcool (Saccharomyces cerevisiae) como sucedí­¢neo do suplemento vitamí­­nico, na glicemia e nos ní­­veis de glicogênio e lipí­­dios totais hepáticos da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus), 300 alevinos machos, revertidos sexualmente, com peso médio inicial de 1,5 g, foram estocados em 20 aquários circulares de fibra de vidro, de 270 L, dotados de sistema individual de filtragem biológica e recirculação contí­­nua de água, numa densidade de 15 peixes por aquário. O arraçoamento foi í­Â vontade, duas vezes ao dia, com cinco dietas peletizadas isoprotéicas (32% proteí­­na bruta) para a primeira fase experimental (40 dias) e outras cinco com 28% proteí­­na bruta para a segunda fase experimental (74 dias). Uma dieta controle (C), sem levedura, foi utilizada como referência. As demais dietas continham 10% de levedura e foram suplementadas com diferentes proporções de suplemento vitamí­­nico. A temperatura da água foi monitorada duas vezes ao dia e os ní­­veis de pH e de oxigênio dissolvidos na água, semanalmente. Ao final do perí­­odo experimental (114 dias) foram coletados aleatoriamente cinco peixes por tratamento para análise dos parí­¢metros metabólicos. Em geral, os peixes que receberam dieta com levedura apresentaram teores de lipí­­dios totais maiores e de glicogênio hepático menores em relação aos peixes do grupo controle. Nenhum efeito patológico pôde ser atribuí­­do í­Â levedura desidratada de álcool utilizada em dietas para tilápia-do-nilo.

Keywords