A cidade de São Paulo e suas dinâmicas: graffiti, Lei Cidade Limpa e publicidade urbana

Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material. 2018;26(0) DOI 10.1590/1982-02672018v26e28

 

Journal Homepage

Journal Title: Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material

ISSN: 0101-4714 (Print); 1982-0267 (Online)

Publisher: Universidade de São Paulo, Museu Paulista

Society/Institution: Universidade de São Paulo (USP)

LCC Subject Category: History America: Latin America. Spanish America

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese, Spanish; Castilian, Italian, French, English

Full-text formats available: PDF, HTML, XML

 

AUTHORS

ELENA MORAES PIRES
FÁBIO ALEXANDRE DOS SANTOS

EDITORIAL INFORMATION

Peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 18 weeks

 

Abstract | Full Text

RESUMO A interpretação da sociedade sobre o caráter do graffiti tem mudado devido à legislação e à disseminação de murais de graffiti pela cidade de São Paulo, alguns incentivados pela Prefeitura. Obras têm sido espalhadas com o objetivo de embelezar a cidade e valorizar pontos turísticos, favorecendo o reconhecimento e a popularidade de grafiteiros e fomentando uma economia do graffiti, hipótese que norteia esta investigação. Desta forma, o objetivo geral deste artigo é refletir sobre como essa “economia” tem incorporado o graffiti aos interesses do mercado, demonstrando que esse processo de incorporação criou formas de “contornar” as limitações à propaganda impostas pela Lei Cidade Limpa, as quais têm sido empregadas por grandes empresas e agências de publicidade.