Estudos Semióticos (2019-08-01)

Inter-relações e ressignificações do discurso bíblico no filme The Crow (1994)

  • Fernando Martins Fiori,
  • Mônica Baltazar Diniz Signori

DOI
https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2019.152311
Journal volume & issue
Vol. 15, no. 1

Abstract

Read online

Este artigo se propõe a investigar as relações de significação que o filme The Crow (1994) estabelece com mitos explorados pelo discurso bíblico. O texto fílmico enreda-se pela narrativa sobre os noivos Eric Draven e Shelly Webster, ambos brutalmente assassinados por uma gangue, à véspera de seu casamento. Um ano após o trágico incidente, Eric Draven é ressuscitado por um corvo, que irá guiá-lo e guardá-lo até que encontre todos os assassinos e, completada a sua vingança, finalmente possa descansar em paz. Dos mitos cotejados, evidenciamos relações entre The Crow, a história de Jesus Cristo e o poema épico Paraíso Perdido (1667), de John Milton, que reconta a queda de Lúcifer e a corrupção do homem pelo pecado. Utilizamos como arcabouço teórico a semiótica francesa, por meio de cujos pressupostos abordamos as inter-relações entre os textos selecionados e as consequentes interferências sobre a (des)construção de seus sentidos.

Keywords