In Autumn 2020, DOAJ will be relaunching with a new website with updated functionality, improved search, and a simplified application form. More information is available on our blog. Our API is also changing.

Hide this message

Internet e a dinamização da esfera pública em Cuba

Extraprensa. 2017;10(2) DOI 10.11606/extraprensa2017.115594

 

Journal Homepage

Journal Title: Extraprensa

ISSN: 1519-6895 (Print); 2236-3467 (Online)

Publisher: Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação

Society/Institution: Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação

LCC Subject Category: Language and Literature: Philology. Linguistics: Communication. Mass media

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese

Full-text formats available: PDF

 

AUTHORS


Alexei Padilla Herrera (Universidade Federal de Minas Gerais)

EDITORIAL INFORMATION

Double blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 12 weeks

 

Abstract | Full Text

Este artigo discute a existência de esferas públicas em países socialistas pós ‑totalitários. Conscientes das limitações do modelo ideal normativo proposto por Jünger Habermas para a análise do cotidiano em países que não se vinculam ao modelo liberal democrático, partimos de um referencial que descreve a estrutura e o funcionamento das esferas públicas nos antigos regimes socialistas da Europa Oriental e da União Soviética. Em seguida, apresentaremos um panorama da evolução da esfera pública em Cuba, desde o triunfo da Revolução (1959) até a atualidade. Explicaremos como o debate propiciado pelo governo cubano e a paulatina socialização do acesso à Internet tem favorecido a proliferação de espaços (físicos e virtuais) contribuem para a visualização da pluralidade política da sociedade cubana contemporânea.