As peregrinações de uma pária de Flora Tristan e a construção de uma feminista

Revista Estudos Feministas. 2018;26(1)

 

Journal Homepage

Journal Title: Revista Estudos Feministas

ISSN: 0104-026X (Print); 1806-9584 (Online)

Publisher: Universidade Federal de Santa Catarina

LCC Subject Category: Social Sciences: The family. Marriage. Woman: Women. Feminism

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Spanish, Portuguese

Full-text formats available: PDF, HTML, XML

 

AUTHORS


Amilcar Torrão Filho (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo)

EDITORIAL INFORMATION

Peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 16 weeks

 

Abstract | Full Text

Publicado em 1838, Pérégrinations d’une paria é um relato da viagem iniciática de Flora Tristan pelo Peru, em busca da proteção de sua família paterna, e é o primeiro livro que torna conhecida a sua autora. Neste artigo defendo a ideia de que o livro, assim como seu Nécessité de faire un bon accueil aux femmes étrangères (1835), elabora uma teoria da luta social, empreendida por Tristan em seu retorno à Europa, que tem como ponto de partida a liberdade da mulher adquirida pela liberdade de movimentos, pela possibilidade de viajar e de comparar a sua sociedade com as demais sociedades, adquirindo nesse processo consciência social e política.