Revisitando os apontamentos para a bibliografia da língua botocudo/borum

Liames. 2010;8(1):12-140 DOI 10.20396/liames.v8i1.1475

 

Journal Homepage

Journal Title: Liames

ISSN: 1678-0531 (Print); 2177-7160 (Online)

Publisher: Universidade Estadual de Campinas

Society/Institution: Universidade Estadual de Campinas

LCC Subject Category: Language and Literature: Romanic languages | Language and Literature: Philology. Linguistics

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese, Spanish, English

Full-text formats available: PDF

 

AUTHORS


Lucy Seki (Universidade Estadual de Campinas)

EDITORIAL INFORMATION

Double blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 8 weeks

 

Abstract | Full Text

A família lingüística botocudo (borum), do tronco macro-jê (Rodrigues, 1972), é uma das menos conhecidas do Brasil. Embora tenha ocupado uma enorme área geográfica que se estendia desde o rio Pardo, na Bahia, até o rio Doce, em Minas Gerais e no Espírito Santo, e embora seus povos tenham estado em contacto com os colonizadores desde o século XVI, nenhuma de suas línguas ou dialetos foi documentada de modo satisfatório.