Por que as amizades acabam? Uma análise a partir da noção goffmaniana de vulnerabilidade

Revista Latinoamericana de Estudios sobre Cuerpos, Emociones y Sociedad. 2015;:20-31

 

Journal Homepage

Journal Title: Revista Latinoamericana de Estudios Sobre Cuerpos, Emociones y Sociedad (RELACES)

ISSN: 1852-8759 (Print)

Publisher: CEA Unidad Ejecutora CONICET-UNC (20730)

LCC Subject Category: Social Sciences: Social sciences (General)

Country of publisher: Argentina

 

AUTHORS

Mauro Pinheiro Guilherme Koury ((GREM / PPGA / UFPB), Brasil)

EDITORIAL INFORMATION

 

Abstract | Full Text

Este ensaio tem como objetivo principal discutir a amizade a partir das vulnerabilidades a que estão expostas as relações entre indivíduos que se dizem amigos, no cotidiano. Portanto, na análise das vulnerabilidades na relação entre amigosse busca compreender o porquê de algumas chegarem ao fim. Em um primeiro momento, tento estabelecer uma relação aproximativa entre apaixonamento, amor e amizade, para a seguir discutir as relações sociais e morais produzidas em um processo de amizade, e do amor entre amigos, e as vulnerabilidades que problematizam, complexificam e tensionam algumasrelações e levam outras a um fim. A análise está recheada de comentáriosretirados de entrevistas,realizadas ao longo de vários anos em todas as capitais de estados brasileiros, e que alegam a existência de amizades tão intensas que sentidas como eternas, ou desejadas que assim pareçam. Tento compreender o sobressalto de alguns entrevistados quando, tendo eles experimentado amizadeslongas, de repente, um dia, estesrelacionais se estranham e tudo o que construíram juntos perde ou parece perder o sentido, e chega ao fim.