GEOUSP: Espaço e Tempo (2020-01-01)

A paisagem como rosto: uma confluência entre Geografia de Dardel e a Filosofia de Lévinas

  • Francyjonison Custodio do Nascimento

DOI
https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2020.163824
Journal volume & issue
Vol. 24, no. 1

Abstract

Read online

Buscar postulados filosóficos para a Geografia tem sido, nas últimas décadas, uma postura comum. Essa postura enrique o debate epistemológico e possibilita o insurgir de novas possibilidades metodológicas. Este artigo estabelece conexões entre a Filosofia de Emmanuel Lévinas e a Geografia de Eric Dardel, a fim de compreender, de maneira mais profunda, o conceito de paisagem. A confluência do pensamento dos dois autores, a partir da noção de rosto, promove um entendimento que vai de encontro ao paradigma filosófico ocidental que valoriza a primazia do sujeito e do seu dizer sobre o outro. Sob a confluência da Dardel e Lévinas, a paisagem não pode ser assenhorada pelo eu-geógrafo, mas é compreendida pela alteridade, pela cumplicidade. A paisagem, assim, é capaz de falar por si ao ser significante de si mesma.

Keywords