Características produtivas, morfogênicas e estruturais do capim Piatã submetido à adubação orgânica

Ciência Rural. 43(7):1238-1244 DOI 10.1590/S0103-84782013005000085

 

Journal Homepage

Journal Title: Ciência Rural

ISSN: 0103-8478 (Print); 1678-4596 (Online)

Publisher: Universidade Federal de Santa Maria

Society/Institution: Universidade Federal de Santa Maria

LCC Subject Category: Agriculture: Agriculture (General)

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese, English

Full-text formats available: PDF, ePDF

 

AUTHORS

Marco Antonio Previdelli Orrico Junior (Universidade Federal da Grande Dourados)
Stanley Ribeiro Centurion (Universidade Federal da Grande Dourados)
Ana Carolina Amorim Orrico (Universidade Federal da Grande Dourados)
Arley Borges de Morais Oliveira (Universidade Federal da Grande Dourados)
Natália da Silva Sunada (Universidade Estadual Paulista)

EDITORIAL INFORMATION

Peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 16 weeks

 

Abstract | Full Text

A adubação orgânica pode ser uma alternativa viável na produção de gramíneas forrageiras, no entanto poucas são as informações referentes às doses e à composição dos principais adubos orgânicos. O objetivo do trabalho foi verificar a influência das diferentes doses de composto orgânico produzido com dois tipos de cama de frango sobre as características produtivas, morfogênicas e estruturais de Brachiaria brizantha, cv 'Piatã'. O experimento foi conduzido em casa de vegetação em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial com parcela subdividida no tempo. As parcelas foram compostas por seis tratamentos: dois tipos compostos (cama de frango a base de cana de açúcar ou napier) em três doses (100, 200 e 300kg ha-1 equivalente N) e as subparcelas pelos quatro períodos de cortes. Os compostos foram aplicados em dose única, após o corte de uniformização, nas quantidades de: 11,36 e 11,83, 22,73 e 23,67, 34,09 e 35,50g vaso-1 para os compostos de cama de frangos a base de cana de açúcar e capim napier, respectivamente, que equivalem às doses de 100, 200 e 300kg ha-1 de N. As variáveis mensuradas foram: produção de matéria seca (PMS), taxa de aparecimento de folha (TApF), taxa de alongamento de folha (TAlF), filocrono, taxa de alongamento de pseudocolmo (TAlC), comprimento final de folha (CFF) e números de folhas verdes (NFV). Não foi observada diferença significativa entre os tipos de composto e na interação composto x dose. Dessa forma, ambos poderiam ser utilizados sem que ocorresse prejuízo no aproveitamento dos nutrientes pelas plantas avaliadas no experimento. Houve diferença significativa entre a PMS, TApF, filocrono, TAlF e TAlC, NFV e TFF em função das doses crescentes de nitrogênio, segundo um modelo linear de predição. Também foi observado efeito dos períodos de corte, em que os cortes realizados no verão apresentaram melhor desempenho sobre as características morfogênicas e estruturais.