Tempo Social (2006-06-01)

Levantes urbanos na França Urban uprisings in France

  • Angelina Peralva

DOI
https://doi.org/10.1590/S0103-20702006000100005
Journal volume & issue
Vol. 18, no. 1
pp. 81 – 104

Abstract

Read online

A onda de violência que atingiu a França em novembro de 2005 não pode ser explicada apenas como reflexo da crise de suas periferias urbanas. Dois outros níveis de análise devem ser também considerados: o da nação como limite da democracia, que a globalização e a figura do imigrante estrangeiro interpelam; e o das mudanças na representação política, que o fim da sociedade industrial trouxe para a ordem do dia. Mais do que uma crise das periferias urbanas, a França vive hoje uma crise das bases de funcionamento da democracia.The wave of violence that struck France in November 2005 cannot be explained simply as a reflection of the crisis in its city suburbs. Two other levels of analysis should also be included: firstly, the nation as a limit of democracy, which globalization and the figure of the foreign immigrant throw into question; and, secondly, the changes in political representation, caused by the crisis of an industrial society. More than a crisis in the city suburbs, France is today living through a crisis in the bases of democracy as a functioning institution.

Keywords