Exposição ocupacional do cirurgião-dentista à vibração mecânica transmitida através das mãos: um estudo de caso Occupational exposure of dental surgeons to mechanical vibration: a case report

Production. 2010;20(3):502-509

 

Journal Homepage

Journal Title: Production

ISSN: 0103-6513 (Print); 1980-5411 (Online)

Publisher: Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO)

LCC Subject Category: Technology: Manufactures

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: English

Full-text formats available: PDF, HTML, XML

 

AUTHORS

Gilsée Ivan Regis Filho
Thiago Rodrigo Lóss Zmijevski
Louise Pietrobon
Marianella Aguilar Ventura Fadel
Francisco Keller Klug

EDITORIAL INFORMATION

Double blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 40 weeks

 

Abstract | Full Text

O objetivo do presente trabalho foi estimar a exposição a vibrações induzidas pelo uso de instrumentos rotatórios por cirurgiões-dentistas. Os instrumentos rotatórios analisados foram de alta e de baixa rotação. Os efeitos deletérios das vibrações no conjunto mão/braço são uma função da frequência e da amplitude do sinal. Observou-se que os efeitos dependem, ainda, da excitação ser constituída por uma única frequência ou apresentar um espectro complexo. Foram testadas três amostras de cada instrumento rotatório (canetas), a saber: caneta de alta rotação, contra-ângulo de baixa rotação e peça de mão, também de baixa rotação. A utilização por cirurgiões-dentistas dos instrumentos rotatórios avaliados aqui não representa risco ocupacional em termos das vibrações transmitidas às mãos, mesmo que operados continuamente ao longo de seis horas de trabalho; entretanto pode ser importante fator coadjuvante no desenvolvimento de LERs/DORTs. Por outro lado, o conjunto de efeitos fisiológicos das vibrações leva a crer que fortes oscilações mecânicas diminuem a capacidade de desempenho e em muitas situações aumentam o risco de falhas e acidentes.<br>The objective of this study was to estimate exposure to vibration caused by the use of rotary instruments by dentists. The rotary instruments were analyzed at high- and low-speed rotation. The deleterious effects of vibration on the hand-arm assembly are a function of frequency and amplitude of the signal. It was observed that the effects depend on whether the excitement consists of a single frequency or presents a complex spectrum. We tested three samples of each rotating device (pen), namely: high-speed pen, counter-angle and low-speed hand piece, also low-spin. The use of rotary instruments by dentists was evaluated; there is an some occupational risk in terms of vibration to the hands, especially when operated continuously for six hours, which may be an important contributing factor in the development of Cumulative Trauma Disorders (CTD)/Work Related Musculoskeletal Disorders (WRMD). Moreover, the range of physiological effects of vibration suggests that fluctuations impair the mechanical performance and in many cases increase the risk of error and accidents.