Para uma teoria etnográfica da distinção natureza e cultura na cosmologia juruna

Revista Brasileira de Ciências Sociais. 1999;14(40):43-52

 

Journal Homepage

Journal Title: Revista Brasileira de Ciências Sociais

ISSN: 0102-6909 (Print)

Publisher: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS)

LCC Subject Category: Social Sciences: Social sciences (General)

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese

Full-text formats available: PDF, HTML, XML

 

AUTHORS

Lima Tânia Stolze

EDITORIAL INFORMATION

Double blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 52 weeks

 

Abstract | Full Text

Considerando-se que noções como antropocentrismo e animismo são inapropriadas para dar conta da relação entre humanos e animais nos sistemas sociocosmológicos indígenas, este artigo confronta a visão antropológica da distinção natureza e cultura com materiais etnográficos provenientes de uma sociedade tupi, os Juruna. Procura-se mostrar como os Juruna discordariam de antropólogos e que entre eles essa distinção vigora em um regime contra-hierárquico e perspectivista.