A vida no Facebook: o cuidado de si de transplantados renais

Revista Gaúcha de Enfermagem. 2017;38(2) DOI 10.1590/1983-1447.2017.02.67430

 

Journal Homepage

Journal Title: Revista Gaúcha de Enfermagem

ISSN: 0102-6933 (Print); 1983-1447 (Online)

Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Sul

LCC Subject Category: Medicine: Nursing

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese, Spanish; Castilian, English

Full-text formats available: PDF, HTML, XML

 

AUTHORS

Camila Castro Roso
Maria Henriqueta Luce Kruse

EDITORIAL INFORMATION

Double blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 16 weeks

 

Abstract | Full Text

RESUMO Objetivo Analisar as estratégias de cuidado de si de transplantados renais. Métodos Pesquisa qualitativa, inspirada na vertente pós-estruturalista. O material empírico foi composto pelas postagens de um grupo de Transplantados Renais do Facebook, coletados de fevereiro a maio de 2016, totalizando 53 postagens, de 35 participantes. Os dados da pesquisa foram analisados sob a perspectiva da análise cultural, utilizando teorizações foucaultianas. Resultados O cuidado de si de transplantados renais pode ser identificado por meio da preocupação consigo e com os outros, dos hábitos e estilos de vida, das restrições e limitações que a doença impõe, como ensinamentos, modos de viver e estilos de vida após o procedimento. Conclusões Essa experiência faz com que as pessoas que se submeteram ao transplante renal reflitam sobre o modo de vida que seguem. O grupo também estimula a adesão ao tratamento.