Revista Brasileira de Economia (Sep 2008)

Using a Bayesian approach to estimate and compare new Keynesian DSGE models for the Brazilian economy: the role for endogenous persistence

  • Marcos Antonio C. da Silveira

DOI
https://doi.org/10.1590/S0034-71402008000300005
Journal volume & issue
Vol. 62, no. 3
pp. 333 – 357

Abstract

Read online

New Keynesian dynamic stochastic general equilibrium (DSGE) models have been developed for monetary policy analysis in open economies. For this purpose, the basic model must be enriched with the sources of nominal and real rigidities which are capable of explaining the observed output and inflation persistence. Under this perspective, we use the Bayesian approach to estimate and compare alternative model specifications for the Brazilian economy with respect to two endogenous persistence mechanisms widely supported by the international empirical literature: habit formation and price indexation. Using data for the inflation target period, we conclude for the relevance of both mechanisms, although the evidence is unexpectly less robust for price indexation. Furthermore, impulse-response functions are built to describe the dynamic effects of domestic and foreign real and monetary shocks.Modelos de equilíbrio geral dinâmicos e estocásticos têm sido desenvolvidos para a análise de política monetária em economias abertas. Com este propósito, o modelo básico precisa ser enriquecido com as fontes de rigidez nominal e real que são capazes de explicar a persistência observada no produto e na inflação. Com esta perspectiva, a metodologia bayesiana é usada para estimar e comparar alternativas especificações de modelos para a economia brasileira no tocante a dois mecanismos endógenos de persistência amplamente postulados pela literatura empírica internacional: formação de hábito e indexação de preços. Usando dados do período de metas de inflação, nossa conclusão é pela relevância de ambos os mecanismos, embora a evidência seja inesperadamente menos robusta para indexação de preços. Além disso, funções impulsoresposta são construídas para descrever os efeitos dinâmicos de choques estruturais domésticos e externos, reais e monetários.

Keywords