A Democracia em três dimensões: desiderativismo, realismo e sincretismo.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais. 2015;3(5)

 

Journal Homepage

Journal Title: Revista Brasileira de História & Ciências Sociais

ISSN: 2175-3423 (Online)

Publisher: Revista Brasileira de História & Ciências Sociais (RBHCS)

LCC Subject Category: History (General) and history of Europe: History (General)

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese, Spanish; Castilian

Full-text formats available: PDF

 

AUTHORS

Reginaldo Teixeira Perez (UFSM)

EDITORIAL INFORMATION

Blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 16 weeks

 

Abstract | Full Text

O objeto em foco neste artigo é a democracia contemporânea. Com o suporte metodológico da análise conceitual, define-se o fenômeno democrático a partir de três perspectivas: a normativa/desiderativa, a realista/descritiva e o que se poderia denominar de sincrética ou procedimental – uma tentativa de aproximação das duas anteriores. À primeira definição usar-se-á a ciência-matriz do Direito; à segunda, buscar-se-ão os subsídios na Economia; a terceira talvez seja bem designada como um artifício político. De um lado, temse a democracia política (com seus valores tendentes à igualdade); de outro, afigura-se a economia/sociedade de mercado (com seus interesses conducentes à diferença). Contrapostos, terão os dois projetos a sua interação colocada à prova. No final, tentar-se-á definir a democracia a partir de critérios mínimos – com o seu encaminhamento esteirado, necessariamente, no campo da política.