Teoria contemporânea da democracia: as visões de Schumpeter e Dahl

Em Tese. 2016;13(2):127-141 DOI 10.5007/1806-5023.2016v13n2p127

 

Journal Homepage

Journal Title: Em Tese

ISSN: 1806-5023 (Online)

Publisher: Universidade Federal de Santa Catarina

Society/Institution: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

LCC Subject Category: Political science: Political science (General) | Social Sciences: Social sciences (General)

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese, Spanish; Castilian, English

Full-text formats available: PDF

 

AUTHORS

Arlindo Palassi Filho (Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política na Universidade de Vila Velha (UVV))

EDITORIAL INFORMATION

Peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 28 weeks

 

Abstract | Full Text

http://dx.doi.org/10.5007/1806-5023.2016v13n2p127 O objetivo do presente artigo é fazer uma breve análise das teorias da democracia desenvolvidas por Joseph Schumpeter e Robert Dahl, buscando realizar um exame comparativo das principais ideias desses pensadores. Apresenta uma breve trajetória da ideia de democracia, enfatizando a concepção metodológica de democracia realista compartilhada Schumpeter e Dahl. Elenca as semelhanças e diferenças entre as teorias da democracia desenvolvidas por esses cientistas sociais. Ressalta, além disso, as contribuições teóricas desses autores para a teoria democrática contemporânea.