REVISA (2020-11-01)

O conhecimento da população sobre o descarte adequado de medicamento vencido

  • Giselle Candido Parente,
  • Maria Modesta Pereira da Silva,
  • Clézio Rodrigues de Carvalho

DOI
https://doi.org/10.3623/revisa.v%.n%.p637%
Journal volume & issue
Vol. 9, no. 4
pp. 784 – 791

Abstract

Read online

Objetivo: investigar o conhecimento da população sobre maneira correta de descarte do medicamento. Método: pesquisa descritiva qualitativa com aplicação de questionário estruturado e 59 pessoas foram escolhidas aleatoriamente para colher as informações, em maio de 2020. Resultado: Observou-se que 88,1% dos entrevistados tem o habito de olhar a validade do medicamento, 54,2% compra somente o que o médico prescreve, 61% descartam o medicamento vencido no lixo comum e 22% disseram devolver no posto de saúde ou farmácia, 55,9% disseram ter conhecimento do local correto de descarte, 67,8% afirmaram saber que o descarte inadequado tem impacto no meio ambiente, 40,7% jogam fora a medicação em desuso. Conclusão: O desenvolvimento do presente estudo possibilitou enxergar que quase a totalidade das pessoas pesquisadas não faz o descarte de forma adequada, não tem conhecimento sobre os locais de entrega destes medicamentos e uma parcela significativa não sabe que o descarte inadequado tem grande impacto ao meio ambiente.

Keywords