Epidemiologia e Serviços de Saúde (2019-04-01)

Fatores associados à avaliação da qualidade da atenção primária à saúde por idosos residentes na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, 2010

  • Daniel Knupp Augusto,
  • Maria Fernanda Lima-Costa,
  • James Macinko,
  • Sérgio Viana Peixoto

DOI
https://doi.org/10.5123/s1679-49742019000100017
Journal volume & issue
Vol. 28, no. 1

Abstract

Read online

Resumo Objetivo: analisar os fatores associados à percepção da qualidade dos serviços de atenção primária à saúde (APS) por idosos. Métodos: estudo transversal com 893 idosos de 60 anos ou mais, residentes na Região Metropolitana de Belo Horizonte, MG, Brasil; os desfechos do estudo foram os indicadores dos atributos essenciais da APS, e as variáveis explicativas incluíram condições sociodemográficas, uso de serviços de saúde e condições de saúde; utilizou-se a regressão de Poisson com variância robusta. Resultados: os idosos com 80 anos ou mais, as mulheres e aqueles de maior escolaridade avaliaram melhor o acesso e a longitudinalidade, enquanto a avaliação foi pior entre os que relataram maior uso dos serviços e condições crônicas, sobretudo para os atributos de coordenação do cuidado e orientação familiar e comunitária. Conclusão: piores condições de saúde e maior uso dos serviços estão associados à percepção mais negativa dos atributos da APS entre idosos.

Keywords