In Autumn 2020, DOAJ will be relaunching with a new website with updated functionality, improved search, and a simplified application form. More information is available on our blog. Our API is also changing.

Hide this message

Memória Viva de Árabes na Fronteira: Aspectos da Cultura e Religiosidade

Revista Latino Americana de Estudos em Cultura e Sociedade. 2018;4(0) DOI 10.23899/relacult.v4i0.718

 

Journal Homepage

Journal Title: Revista Latino Americana de Estudos em Cultura e Sociedade

ISSN: 2525-7870 (Online)

Publisher: Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

Society/Institution: Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

LCC Subject Category: General Works: History of scholarship and learning. The humanities | Social Sciences

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Spanish, Portuguese

Full-text formats available: PDF

 

AUTHORS


Dalal Jamal Yousef Dawas (Universidade Federal do Pampa UNIPAMPA ,Campus Jaguarão)

Alessandra Buriol Farinha (Universidade Federal do Pampa UNIPAMPA ,Campus Jaguarão)

EDITORIAL INFORMATION

Blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 12 weeks

 

Abstract | Full Text

Este trabalho tem como objetivo principal analisar e registrar aspectos da cultura árabe presentes na fronteira, tais como religiosidade, gastronomia, folclore, indumentária, dentre outros. O trabalho tem como motivação a visibilidade da identidade árabe na fronteira buscando entender como esses povos vieram e quais impactos positivos e negativos que sentiram ao estarem na fronteira Brasil/ Uruguai, especificamente em Jaguarão/Rio Branco. É de suma importância a valorização da identidade, o sentimento de pertencimento ao país de origem, e as práticas culturais que fazem com que esses povos sintam sua nação presente mesmo no país de imigração. A prática cultural propicia a constituição de conhecimentos tais como crenças, hábitos, tradições e fazem com outros povos de outras nacionalidades presentes na fronteira desenvolvam relações sociais com o aprendizado de novas culturas. Para isso é necessário que se desenvolva o conceito de alteridade que é fundamental na unidade e respeito entre os habitantes de um determinado local e nas diferenças culturais e religiosas da sociedade A metodologia utilizada foi análise de referências teóricas acerca da diáspora árabe no Rio Grande do Sul, observação de campo e entrevistas semi-estruturadas com dois descendentes de árabes na cidade de Jaguarão.