Standardization of a method of prolonged thoracic surgery and mechanical ventilation in rats to evaluate local and systemic inflammation Padronização de um modelo de cirurgia torácica prolongada e ventilação mecânica em ratos para avaliação inflamatória local e sistêmica

Acta Cirurgica Brasileira. 2011;26(1):38-43 DOI 10.1590/S0102-86502011000100008

 

Journal Homepage

Journal Title: Acta Cirurgica Brasileira

ISSN: 0102-8650 (Print)

Publisher: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia

Society/Institution: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia-SOBRADPEC

LCC Subject Category: Medicine: Surgery

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: English

Full-text formats available: PDF, HTML, XML

 

AUTHORS


Camila Ferreira Leite

Ivan Felizardo Contrera Toro

Edson Antunes

Ricardo Kalaf Mussi

EDITORIAL INFORMATION

Peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 5 weeks

 

Abstract | Full Text

Purpose: To evaluate the immediate pulmonary and systemic inflammatory response after a long-term operative period. Methods: Wistar rats in the experimental group were anaesthetized and submitted to tracheostomy, thoracotomy and remained on mechanical ventilation during three hours. Control animals were not submitted to the operative protocol. The following parameters have been evaluated: pulmonary myeloperoxidase activity, pulmonary serum protein extravasation, lung wet/dry weight ratio and measurement of levels of cytokines in serum. Results: Operated animals exhibited significantly lower serum protein extravasation in lungs compared with control animals. The lung wet/dry weight ratio and myeloperoxidase activity did not differ between groups. Serum cytokines IL-1ß, TNF-, and IL-10 levels were not detected in groups, whereas IL-6 was detected only in operated animals. Conclusion: The experimental mechanical ventilation in rats with a prolonged surgical time did not produce significant local and systemic inflammatory changes and permit to evaluate others procedures in thoracic surgery.<br>Objetivo: Investigar a resposta inflamatória pulmonar e sistêmica imediata após longo período operatório. Métodos: Ratos Wistar do grupo experimental foram anestesiados e submetidos à traqueostomia, toracotomia e permaneceram em ventilação mecânica por três horas. O grupo controle não foi submetido ao protocolo operatório. Os seguintes parâmetros foram avaliados: atividade da mieloperoxidase pulmonar, níveis de extravasamento de proteínas séricas pulmonares, relação peso pulmonar úmido/seco e medidas dos níveis séricos de citocinas. Resultados: Os animais operados apresentaram menor extravasamento de proteínas séricas nos pulmões comparados aos animais controle. A relação peso úmido/seco e a atividade de mieloperoxidase não diferiram entre os grupos. As citocinas séricas IL-1ß, TNF- e IL-10 não foram quantificáveis nos grupos, enquanto que IL-6 só foi detectada no soro dos animais operados. Conclusão: O modelo experimental de ventilação mecânica em ratos com tempo cirúrgico prolongado não apresentou alterações inflamatórias locais e sistêmicas significantes, permitindo avaliar a resposta inflamatória em outros procedimentos da cirurgia torácica.