A interpretação étnica na arqueologia dos caçadores-coletores da região do prata

Estudos Ibero Americanos. 2001;27(2):103-119

 

Journal Homepage

Journal Title: Estudos Ibero Americanos

ISSN: 0101-4064 (Print); 1980-864X (Online)

Publisher: Editora da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (EDIPUCRS)

Society/Institution: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

LCC Subject Category: History America: Latin America. Spanish America

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese, Spanish; Castilian

Full-text formats available: PDF

 

AUTHORS

Hilbert, Klaus

EDITORIAL INFORMATION

Double blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 10 weeks

 

Abstract | Full Text

Durante o século XIX, os índios Charrua e Minuano participaram ativamente da fixação das fronteiras nacionais na região do Prata. A consolidação dos estados nacionais transformou estes grupos de caçadores-coletores em elementos sociais considerados fora-da-lei, traidores e rebeldes. Somente após de seu extermínio, os Charrua e Minuano foram incorporados à identidade cultural das populações atuais e tornaram-se símbolo da resistência e da liberdade da população da campanha