In Autumn 2020, DOAJ will be relaunching with a new website with updated functionality, improved search, and a simplified application form. More information is available on our blog. Our API is also changing.

Hide this message

Alteridade e História: escritura e narrativa como uma ética do Outro

FronteiraZ. 2018;0(21):22-37

 

Journal Homepage

Journal Title: FronteiraZ

ISSN: 1983-4373 (Online)

Publisher: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Society/Institution: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Literatura e Crítica Literária

LCC Subject Category: Language and Literature: Literature (General) | Language and Literature: French literature - Italian literature - Spanish literature - Portuguese literature

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese

Full-text formats available: PDF

 

AUTHORS


Amilcar Torrão Filho (PUC-SP)

EDITORIAL INFORMATION

Editorial review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 30 weeks

 

Abstract | Full Text

Neste artigo procuramos compreender como o conceito de alteridade é central para pensar os procedimentos da História, ainda que ainda não tenha se constituído como um conceito vigente na teoria da História. A partir da noção de alteridade de Emmanuel Lévinas e Judith Butler, pensamos como Michel de Certeau e Paul Ricoeur tratam a escritura da história e seus procedimentos narrativos como uma tomada de posição ética em relação ao Outro, o nosso passado.