A questão curricular para o plano de formação em Saúde Coletiva: aspectos teóricos The curricular issue for academic training plan in Public Health: theoretical aspects

Ciência & Saúde Coletiva. 2010;15(4):1935-1943 DOI 10.1590/S1413-81232010000400009

 

Journal Homepage

Journal Title: Ciência & Saúde Coletiva

ISSN: 1413-8123 (Print); 1678-4561 (Online)

Publisher: Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva

LCC Subject Category: Medicine: Public aspects of medicine

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: English, Spanish; Castilian, Portuguese

Full-text formats available: PDF, HTML, XML

 

AUTHORS

Everardo Duarte Nunes
Juliana Luporini do Nascimento
Nelson Filice de Barros

EDITORIAL INFORMATION

Peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 12 weeks

 

Abstract | Full Text

Neste trabalho, apresentamos uma revisão da literatura sobre a questão curricular e seus desdobramentos para o campo da Saúde Coletiva. Esta análise tem como objetivos específicos situar as linhagens teóricas da análise dos currículos, a fim de estabelecer um quadro de referência teórico-conceitual para o estudo dos currículos da Saúde Coletiva nos cursos de pós-graduação stricto sensu. A principal fonte de dados é bibliográfica, nacional e internacional. Concluímos que as formulações de um "currículo como fato" e de um "currículo como prática" são interessantes como ponto de partida para se analisar a estrutura e o processo de constituição dos planos dos cursos de pós-graduação em saúde. Outros pontos referem-se à necessidade de que, ao formalizar a grade curricular, devemos apoiá-la num quadro de referência e definir as características que particularizam os conteúdos e metodologias das áreas, classicamente denominadas de ciências sociais, epidemiologia e planejamento. Mas, também, estabelecer os referenciais que sustentam a inclusão de novas áreas e os parâmetros que dão sustentação ao currículo de graduação e de pós-graduação em Saúde Coletiva.<br>The article analyses the literature on curriculum and its impact on the field of public health. This analysis aims to locate the specific lines of theoretical developments of the curriculum in order to establish a theoretical framework and conceptual study to the curricula of public health in graduate courses. The main source of data is bibliographic, national and international. It was concluded that the formulation of a 'curriculum as fact' and a 'curriculum as practice' is interesting as starting point for analyzing the structure and process of formation of the curricula of graduate health courses. Other points concern the need to formalize that the curriculum should be based on a framework to define the characteristics that distinguish the contents and methodology of the areas, classically known as social science, epidemiology and planning. On the other hand, establishing a framework that supports inclusion of new areas and which parameters are established between the curriculum of undergraduate and postgraduate studies in public health.