Revista de Educação Popular (2020-09-01)

Análise das experiências da Comunidade de Práticas sobre o enfrentamento do câncer de colo de útero

  • César Augusto Paro,
  • Lívia Moura de Sousa,
  • Neide Emy Kurokawa e Silva

DOI
https://doi.org/10.14393/REP-2020-51402
Journal volume & issue
Vol. 19, no. 2
pp. 176 – 198

Abstract

Read online

Este trabalho buscou analisar as ações desenvolvidas para a promoção da saúde e prevenção no enfrentamento do câncer de colo de útero. Tratou-se de uma pesquisa documental e exploratória do tipo qualitativa. Foram coletados relatos de experiências publicados por profissionais da saúde na Comunidade de Práticas. A análise pautou-se na identificação das principais tendências pedagógicas na educação em saúde: de transmissão de informações, de condicionamento e de problematização crítica. A amostra contou com 15 relatos desenvolvidos predominantemente pelo público feminino, com a tônica no exame preventivo, em unidades de atenção primária à saúde e com ações pontuais no modelo de campanha. A maioria das ações partiu de uma concepção pedagógica de transmissão, visando o repasse de informações acerca da doença e de seu tratamento e prevenção, seguido de ações que se utilizaram do condicionamento, com atividades que visavam alguma recompensa para o objetivo pretendido. A menor parte delas atuaram numa lógica da problematização, visando atuar a partir da perspectiva dialógica-reflexiva. A tímida inserção de atividades com uma abordagem crítica sugere o quanto o ideário da promoção da saúde e da educação popular em saúde merece ser fortalecido nos serviços de saúde.

Keywords