Um personagem da memória campo-bonense?: o emblemático pastor Klingelhoeffer, soldado Farroupilha

Oficina do Historiador. 2011;3(2):31-44

 

Journal Homepage

Journal Title: Oficina do Historiador

ISSN: 2178-3748 (Online)

Publisher: Editora da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (EDIPUCRS)

Society/Institution: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

LCC Subject Category: History America: Latin America. Spanish America

Country of publisher: Brazil

Language of fulltext: Portuguese

Full-text formats available: PDF

 

AUTHORS

Souza, José Edimar de

EDITORIAL INFORMATION

Double blind peer review

Editorial Board

Instructions for authors

Time From Submission to Publication: 10 weeks

 

Abstract | Full Text

A presente pesquisa analisa os motivos que teriam levado um “cura de almas” a empunhar armas contra o Império. Friedrich Christian Klinglhoeffer, popularmente conhecido como Pastor Farrapo, com seu envolvimento na Revolução Farroupilha transforma-se em pastor mártir da causa republicana no Rio Grande do Sul. Na busca das justificativas deste fato avalia-se a situação política da Europa (Alemanha) no século XIX, bem como o Brasil e o Rio Grande do Sul à época da imigração de Klingelhoeffer. Neste contexto, se desenvolve a trajetória e importante participação de Klingellhoeffer na Revolução Farroupilha e, principalmente, no desenvolvimento de Campo Bom e para o progresso do Vale dos Sinos